fbpx

GW Sistemas

Emissor de CT-e: 6 fatores a serem considerados na hora de escolher o melhor sistema

O Conhecimento de Transporte Eletrônico ou CT-e, foi criado com o intuito de modernizar a fiscalização da documentação de transportes. Ele substitui uma série de documentos fiscais, proporcionando à empresa uma maior segurança e praticidade. 

 

O CT-e é um documento digital, que é emitido e armazenado eletronicamente.Seu objetivo é registrar para fins fiscais a prestação de serviços de cargas realizado no Brasil, entre duas ou mais empresas.

 

A escolha do sistema utilizado para emissão do CT-e deve ser feita com atenção, visto que a empresa não pode correr o risco de deixar de emiti-lo. Para adotar um bom sistema, precisa-se verificar as características do software, sua capacidade de armazenamento e sua integração com outras ferramentas necessárias.

 

Elencamos alguns fatores para escolher o melhor sistema de emissão de CT-e para sua empresa. 

 

1.Agilidade na emissão do CT-e

A partir da importação do XML da Nota Fiscal Eletrônica,uma versão digital da NF-e o software deve agilizar a emissão dos CT-es, importando dados eletrônicos. Reduzindo a quantidade de erros e agilizando processos.

2.Facilidade para cadastrar veículos, motoristas e usuários

A possibilidade de cadastrar veículos, motoristas e clientes diretamente no sistema, pode agilizar a rotina da sua empresa e tornar a cadeia operacional muito mais organizada. Assim os processos ocorreram de forma rápida e com maior eficiência.

Um bom sistema não precisa ser complexo, quanto mais simples maior será o valor agregado.Afinal, a tecnologia precisa ser uma aliada, facilitando as atividades e não tornando-as mais difíceis.

3. Segurança da ferramenta de armazenamento de dados

O Software de emissão de CT-es escolhido necessita de ferramentas que permitam o armazenamento seguro de informações.Ainda que a infraestrutura física da empresa seja ameaçada, o sistema deve ser capaz de manter a segurança dos dados corporativos.

 

4.Funções complementares

Um sistema de emissão de CT-e pode emitir também o MDF-e, agilizando os processos e reduzindo burocracias.

O Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais é um documento que reúne os documentos relacionados à uma operação de transportes, com ele a fiscalização leva menos tempo para conferir a documentação, tornando a liberação para seguir viagem mais rápida.

5.Praticidade para acessar dados antigos no sistema

A procura por dados antigos pode levar muito tempo, ocupando a rotina dos funcionários da área administrativa. No meio digital, os documentos fiscais podem ser encontrados rapidamente, facilitando a verificação de informações e atividades da empresa.

A emissão de documentos se torna mais fluída, tendo em consideração que os dados poderão ser importados de bancos de dados já existentes.

6. Integração com a nuvem

O armazenamento em nuvem reduz custos de operações, além de possibilitar uma maior mobilidade e ferramentas mais escaláveis.

O sistema torna-se flexível, favorece um aumento da produtividade e reduz os custos da operação, já que o CT-E é um documento digital.