fbpx

GW Sistemas

Solução eficiente para 7 obstáculos na transportadora

A tecnologia no setor de transportes tem sido uma grande aliada para o controle de logística de carga na distribuição dos produtos. Ao utilizar um sistema automatizado, essas empresas conseguem acompanhar com mais precisão o andamento desse veículo pelas estradas e cidades do Brasil.

Durante a rotina de uma transportadora, é possível que ela enfrente problemas com a sua frota durante um transporte de carga. Alguns desses entraves podem ser sentidos pelas condições do modal rodoviário, que impedem com que esse motorista possa realizar o trajeto em um tempo mais otimizado.

A falta de segurança e os episódios de roubo de carga também são uma preocupação constante da transportadora, fazendo com que o prejuízo prejudique sua saúde financeira a curto prazo.

No entanto, esses problemas podem ser evitados a partir da automatização do controle de logística dessa carga durante o seu transporte. Conheça agora mais da importância do sistema TMS para essa operação e os benefícios da sua aplicação.

O que é sistema TMS?
A sigla TMS vem do inglês Transportation Management System, em tradução livre significa Sistema de Gerenciamento de Transportes, ou seja, é um sistema criado para realizar a gestão de tudo o que está relacionado com o transporte, principalmente no que diz respeito a logística e distribuição da carga transportada. Ao utilizar o TMS, esse gestor consegue ter acesso mais simplificado a:

• Cadastro de tarifas e taxas;

• Controle de carga;

• Relatório sobre as entregas;

• Visualização de faturamento;

• Prazo de recebimento da mercadoria;

• Informações assertivas sobre embarque, coleta e entrega;

• Maior controle financeiro da transportadora.

Sendo assim, podemos entender que automatizar esses processos dá a oportunidade de a empresa melhorar sua saúde financeira, uma vez que a gestão logística consegue reduzir as chances de falhas e tem um maior controle em identificar problemas e falhas no processo com mais precisão, fazendo com que o cliente não sofra com o problema.

Qual a importância do TMS para a minha empresa?
O Sistema de Gerenciamento de Transporte, ou TMS, é muito útil para resolver diversos problemas que são comuns às empresas de transporte na realidade brasileira. A seguir, listaremos algumas das principais dificuldades enfrentadas pelo setor e como o sistema pode ajudar a resolvê-las.

>>> Dificuldade com prazos

É comum que problemas no planejamento, na comunicação com os clientes e na transmissão de informações resultem em atrasos nos prazos que precisam ser cumpridos pelas empresas de transporte. O uso de um sistema que integre os setores e gerencie as operações de transporte resolve essas questões, especialmente quando o sistema oferece roteirização.

>>> Segurança dos colaboradores

A segurança dos colaboradores, bem como das cargas, é um dos pontos mais complicados dentro do setor de transportes, especialmente o rodoviário. É imperativo ter um sistema que permita o rastreamento em tempo real do transporte, bem como a possibilidade de o motorista relatar ocorrências e problemas. O TMS proporciona isso, tornando suas operações mais seguras para todas as partes.

>>> Conflito em informações

Ao agregar os setores funcionais e sistêmicos, você evita conflitos de informações que são muito presentes nas transportadoras. Isso inclui questões sobre armazenagem, prazos de entrega e rotas. Com uma solução integrada e transparente, onde todos os setores têm acesso às informações de forma rápida e sem ruído, é mais fácil lutar contra esse desencontro.

Como funciona um TMS na prática?
Saber as vantagens que um sistema de TMS te oferece é muito importante na hora de contratar o serviço para sua empresa, entretanto, é importante também que você tenha pleno conhecimento das funcionalidades desse software. Pensando nisso, elencamos 7 funcionalidades que você encontra ao automatizar o controle de cargas.

1. Planejamento

Toda empresa que se prese tem o planejamento como motor principal para determinados fins, com o controle de cargas isso não fica para trás. Ao ter informações mais rápidas e concretas sobre as rotas realizadas e os transportes que são feitos, esse gestor consegue analisar todos os cenários possíveis para melhorar esse serviço, o que inclui melhoria nos veículos utilizados para esse transporte, além de conseguir montar um orçamento de acordo com a realidade que essa organização pode entregar ao cliente.

2. Operação

Acompanhar o envio de cargas é essencial, por meio dele, a empresa consegue saber se a rota escolhida pode ser realmente mantida, levando em conta a segurança da carga e do motorista, o trajeto e como essa entrega e coleta está sendo realizada.

3. Custos

Saber quanto um transporte de carga irá custar para a empresa é importante, isso inclui os gastos com a manutenção regular da frota. Saber o valor desses gastos mais operacionais de antemão, esse empreendimento consegue se organizar melhor financeiramente e reduz as chances de entrar no vermelho ao final do mês.

4. Suprimentos e Faturamento

O TMS também oferece ao gestor a facilidade de compreender as compras, requisições e materiais que já estão disponíveis dentro da empresa. Essa análise também dá a gestão uma maior liberdade de tomada de decisão, o que significa que esse gerente consegue descartar aquisições que não estão trazendo lucro e melhora o investimento nesses recursos.

Registrar o faturamento com cada transporte também é uma tarefa importante. Com a utilização do TMS, esse gestor consegue realizar o registro das notas fiscais, cadastro dos clientes, fatura de cobrança, taxas e tarifas.

5. Expedição

Acompanhar o envio de uma mercadoria também é importante para o cliente, desse modo, o TMS oferece a praticidade de emissão de uma nota de expedição, fazendo com que esse consumidor também tenha informações sobre esse transporte.

6. Controle de estoque

A gestão de estoque é uma das etapas mais importantes para qualquer empresa que realiza envio de mercadorias. Por meio desse gerenciamento, a organização consegue descartar materiais que não estão sendo vendidos, quais são os pedidos mais recorrentes e como está sendo realizada a recompra de produtos.

7. Análise de rentabilidade

Por último, mas não menos importante, o TMS ajuda a empresa a saber quanto cada cliente rende para ela, podendo elencar os mais recorrentes e oferecer sempre uma atualização nos serviços prestados para a retenção dos mesmos.

Saiba mais sobre como TMS pode auxiliar você a ter um controle desses documentos e a otimizar sua logística de transporte em tempo hábil.